Total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Weber, A Ação e o Indivíduo.

A ciência muito pretende entender o ser humano na sua essência, desde a personalidade de cada indivíduo até às suas formas de agir, mas assim como já afirmava Max Weber: “Uma ciência empírica não pode ensinar a ninguém o que deve fazer, só lhe é dado – em certas circunstâncias – o quer fazer”. De todo modo as pessoas sofrem diariamente influências que podem determinar na sua concepção de mundo, pois todo ser humano possui uma construção de valores e ideais, na qual pode divergir havendo uma luta  com outros ideais ou se aproximar existindo similitude com outras pessoas, portanto de há de se convir que “cosmovisões” não são frutos de um conhecimento empírico.
Weber dá a cada indivíduo a liberdade de poder compreender o mundo segundo a sua própria visão e percepção de sentido que lhe atribui à conduta, cabe a ele avaliar, ponderar, criticar e julgar conforme sua valoração. Cada sociedade é regida conforme seus costumes e juízos de valor, desta forma sociedades iguais conferem juízos semelhantes, mas quando estas sociedades possuem valores totalmente diferentes uma das outras, o horror pode saltar aos olhos da outra, pois são axiomas distintos.
Apesar de cada pessoa ser o elemento final de ponderação na escolha de determinada atitude, Weber é enfático ao dizer que não se deve negar a existência e a importância dos fenômenos sociais e a necessidade de se entende-las, visto as deficiências e motivações que lhe cercam que por muitas vezes estão tomadas por interesses materiais, estéticos, políticos  ou religiosos. Esses fenômenos possuem a cada indivíduo uma significação cultural que é esperado na sua coletividade  ser cumprido e obter-se de certo modo uma aceitação para o convívio.
Não se pode justificar as ações de um indivíduo devido ao meio que ele está inserido, todos podem se libertar dos grilhões que podem estar o prendendo, seria como dizer que o nazismo se deve somente a Hitler, se todo erro fosse atribuído a alguma instituição social. É dado a cada um uma escolha. Como nos ensina Weber a ciência pode proporcionar-lhe a consciência, mas no íntimo de cada um apenas um prevalece, a   auto-reflexão.
Lemuel Dias
Direito Noturno - 1 º Ano

Nenhum comentário:

Postar um comentário