Total de visualizações de página

domingo, 6 de agosto de 2017

Anacrolândia


Em seu escritório, o velho prefeito da cidade preparava-se para gravar um comunicado aos seus eleitores o qual seria transmitido pela TV, quando seu assistente concluiu:
- Basta seguir o seu roteiro, como num teatro...
- Que Deus nos abençoe, vamos precisar.
O assistente posicionou a câmera.
- Em três, dois, um...
- Bom dia, cidadãos! Hoje, quero revelar parte dos esforços da prefeitura para garantir o melhor para nossa querida cidade, Anacrolândia. Como todos sabem, nossa população vem sendo ameaçada pela nova onda de casos de dengue. O intrigante é que na época de nossos avós, ninguém se preocupava com garrafas ou pneus no quintal. Estes eram, inclusive, os brinquedos das crianças... – Respirou fundo e prosseguiu em tom severo – Devo alertar que é impossível saber qual tipo de “informação” a grande mídia tenta nos impor! Porém, assim como todo cidadão de bem, tive uma educação que me preparou para a vida. Não devemos nos perguntar “por que” nossa cidade está desgraçada, mas “para que”! Estamos nos afastando cada vez mais do que é certo, por puro egoísmo humano. Quando Deus não está satisfeito, ele manda pragas. Entendam, nossas pragas não são gafanhotos, mas mosquitos. É por isso que estou assinando um decreto que convoca todos ao jejum, para que, assim, possamos nos reconectar ao nosso Deus...
Um visitante chamado Moderno, apoiado no balcão do bar, ouvia o discurso enquanto um pequeno grupo ao seu lado comentava:
- Será?! – perguntou um enquanto comia Bacon. 
- Claro! Faz todo o sentido! – E completou, sorrindo – Esse é o meu ídolo!
O turista quis, logo em seguida, retornar a sua cidade natal para ver como estavam resolvendo as coisas por lá. O que encontrou foi impressionante: Mutirões de limpeza eram organizados pela prefeitura, a qual recebia grande apoio da população, agora esclarecida e disposta a agir de maneira emancipada.
Ainda dentro de seu carro, pode ouvir o jovem prefeito anunciando:
- Dessa forma, soltando estes machos geneticamente modificados, testados e aprovados em laboratório, interromperemos o ciclo de vida das fêmeas, as quais não reproduzirão com eficiência, e controlaremos o número de casos de dengue.
- Senhor prefeito, acredita que essa intervenção está de acordo com o interesse de Deus? – Indagou alguém.
- Sim! Deus anuncia na bíblia que o homem deveria reinar sobre a natureza. É o que estamos fazendo através da ciência! Em nome do bem-estar do povo, claro...
Ao descer do carro, Moderno simplesmente exclamou:
-Ah! Como é bom pisar em chão firme!

Diogenes Spineli Soares Filho, 1º Ano, Direito Noturno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário