Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Fila censitária

Espera a senha, troca a senha
Sua hora nunca chega
Não por coincidência
A cor da pele sempre negra

Imagine só 300 anos esperar
Pra ver a vez de um nossos chegar
Espera avó, espera filha, espera neto
Tentando pegar senha sem as vezes ter um teto

Tal direito nos é garantido
É fundamental em seu puro sentido
Está escrito na constituição
"Todos tem direito à educação"

Imagine só como o povo está
Vendo só brancos de classe média passar
É certo que queremos entrar
Só nos falta a estrutura pra lutar

Com certeza essa fila não é igualitária
Deve ser a tal da "fila censitária"
Para promover justiça e inclusão
Surge uma temporária solução

Senhas que igualem os desiguais
Para que cheguemos na frente cada vez mais
E então quando estivermos chegando naturalmente
Seja extinta a solução que difere a gente

Junto dela viria a emancipação
E mais justa estaria a nossa nação
Se trata de reparação histórica
Pra um país que contém uma história bucólica

José Eugênio da Silva Mendes - 1• ano Direito Diurno


Nenhum comentário:

Postar um comentário