Total de visualizações de página

domingo, 6 de agosto de 2017

Jornada científica através da razão e do tempo


Existe no homem a necessidade de reavaliar convicções
um modo de fazê-la é através dos estudos das razões
e, ao realiza-la, a ciência assume nova posição, popular.
Ao pesquisador cabe, então, sobre o método se atentar

Isso destacaram Descartes e Bacon, há séculos.
O último apontou que um dos melhores métodos
a fim de confrontar tudo seria aliar razão com experiência.
Guiando razão, devemos compreender o que se encontra (com eficiência).

O domínio do mundo está, pouco a pouco, por nós sendo tomado
e se faz de primeira importância a contestação nesse caminho a ser trilhado.
Necessário também o combate aos nossos ídolos
através de questionamento, revisão e modificação de rótulos.

Assim, cria-se um novo senso comum que dá lugar ao superado.
O novo, de caráter recente, experimental, se pretende ser constantemente renovado.
O anterior, preconceituoso e pautado num padrão ético universal
demonstrava-se fruto de uma sociedade desigual.

Daí a importância de constantemente se reavaliar,
daí a importância de seu trabalho bem basear:
quando aliadas a experiências pessoais e predecessoras
há a criação de um novo patamar no conhecimento, eliminando ideias banalizadoras.

Tatiane E. Lima - 1º ano - Direito - Matutino

Nenhum comentário:

Postar um comentário