Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Um preto emancipado



Um milhão de problemas todos os dias são ignorados,
Porque o importante pra eles é atrasar o nosso lado.
Preto pra eles não tem vez, não querem sentar ao lado do favelado.
Quem deveria estar estudando,
Hoje é marginalizado.

Está tudo invertido e isso é fato
Mas o Direito estará ao nosso lado
Vamos tomar a cadeira de quem controla o Estado
Seremos então emancipados, e estaremos lado a lado
Quem diria hein?! Estudando com o preto favelado?

Boaventura já dizia
Que o Direito emanciparia
E o contrato social mudaria
E VOCÊS! É, quem diria!
Hoje você que se adaptaria.

As cotas não são desleais,
Elas são fundamentais,
Pois só assim vou entrar nos tais contratos sociais,
Diminuir as desigualdades sociais,
E parar com o tal do tanto faz

Isso não é um privilegio
Porque por muitas horas,
São nossos pais que vocês exploram,
E eu vou continuar na sua bota,
Até mudar a nossa rota, rumo a vitória.

Carlos Roberto Simões Nogueira - 1 Ano Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário