Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Cotas, racismo e Boaventura

Na particular visão sobre cotas raciais, afirmo que aqueles contra as cotas raciais são, por tabela, racistas; Mas racistas, não no termo que diz respeito a injurias e agressões, e sim, no que diz respeito ao sistema de opressão que perpetuamos (sim, todos nós, mesmo que não-conscientemente) que privilegia um grupo racial em dano de outro.


De acordo com Boaventura de Sousa Santos, o Direito deve servir como instrumento de emancipação social — cotas raciais, ao relacionar a sociedade neoliberal com o direito propriamente dito ele coloca em segundo plano as questões sociais, e como prioridade o Estado tem a economia liberal, assim a meritocracia, apoiada pelo sistema capitalista mantendo as desigualdades sociais, ganha maior "espaço"

Em 2004, a UNB utiliza o sistema de reserva de vagas para estudantes negros, o partido dem entra com Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental em 2009 para com o sistema de cotas utilizado pela Unb. Coloca-se que o sistema de cotas fere o principio constitucional da igualdade.

O STF julga a favor das cotas raciais, levando em conta a necessidade de medidas afirmativas para inserir grupos marginalizados - que sofrem com a cultura enraizada em nossa sociedade, na sociedade, principalmente no ambito do ensino superior. 

Thalita Marques Monteiro — 1ª ano NOTURNO

Nenhum comentário:

Postar um comentário