Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Fato Social e sua existência.



Fundador das Ciências Sociais, Emile Durkheim nasceu na França em 1858 e lá viveu até sua morte, em 1917. Diretamente influenciado pelo positivismo de Auguste Comte, dedicou sua trajetória intelectual a elaborar uma ciência que possibilitasse o entendimento dos comportamentos coletivos. Sua grande preocupação era explicar o fato social, uma “coisa” que exerce força de coerção sobre os sujeitos, independente de sua vontade ou ação individual e seus aspectos dentro da civilização.

Um dos pontos importantes sobre sua tese é tentar entender a finalidade do construto social,para ele o mesmo só existe se na sociedade houver uma necessidade de uma regra para manter a harmonia(causa eficiente),buscando sempre a ordem e o desenvolvimento.Entretanto a finalidade do fato social por si só não o explica as circunstancia porque foi criado.

Outras perspectivas do fato social  envolvendo sua utilidade e sua criação, é a ocorrência de fatos sociais que não servem mais para sociedade ou em casos que há uma ressinificação na comunidade,por exemplo, os dogmas religiosos do cristianismo mostrando sua influencia de formas diferentes durantes os seculos.A manutenção desses fatos se da pela dificuldade de extinguir e pela força do habito existente.

Portanto o objeto do fato social não explica necessariamente os aspectos de sua criação,mais para sua criação necessita de uma causa eficiente visando sempre a ordem na sociedade.



Gustavo Azevedo de Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário