Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Fato social e as cordas que nos controlam

   Os fatos sociais, segundo Durkheim, exercem um poder coercitivo nos indivíduos, não podemos alterá-los e seu surgimento vem de antes do nosso nascimento. Um fato social sempre tem sua explicação em outro, e uma das suas funções é homogeneizar um comportamento na sociedade, estabelecer uma maneira “correta” de agir e pensar, já que a sociedade não é composta por pensamentos individuais, e sim por uma consciência coletiva.

   O medo de se ter pensamentos e opiniões diferentes geram projetos na sociedade que acabam prejudicando a liberdade de expressão dos indivíduos. Um caso recente que pode exemplificar isso é o projeto da escola sem partido que, dentre inúmeros problemas, causaria uma diminuição da consciência individual, levando os jovens a se acostumarem com o que se considera “apropriado” para viver em sociedade, sem questionar e desobedecer.

   O consumismo exerce uma grande força de controle na sociedade. Somos constantemente bombardeados com ideias que buscam exacerbar nosso consumo, a própria sociedade impõe que você precisa constantemente fazer compras, ter as mais novas tecnologias, participar das tendências, e quem não o faz é questionado, ridicularizado e sofre exclusão.

Para o consumismo e a sociedade somos meros fantoches. 


   Bruna Flora Brosque
   1º ano - Direito - diurno 

Nenhum comentário:

Postar um comentário