Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

É o que é.
Uma sociedade considerada por ela mesma e pelas demais como de primeiro mundo, a líder e a mais avançada. Os Estados Unidos nasceu da união de suas confederações juntamente com o interesse comercial lucrativo, a constituição foca, inicial e principalmente, nas amarrações políticas apenas, o avanço de demarcação de território realizou-se não apenas com documentações, mas também com sangue indígena marcado em suas terras e a produção comercial e as construções físicas concretizadas por negros escravos.
Escravidão essa que levou à disseminação entre brancos (superior) e negros (inferior), o racismo era institucionalizado e positivado pelo direito. O sentimento de superioridade racial ainda persiste na sociedade estadunidense, a escolha pela maioria da população por um presidente negro de origem pobre e com ideais de avanço social fez com que o imaginário mundial concluísse que: se ainda houvesse racismo ou xenofobia eles eram parte irrisória de uma pequena população.
Uma utopia mundial, a ideia de que nesse momento a sociedade global iria se remeter para uma sociedade orgânica, ao menos de forma gradual, onde há a percepção de se viver de forma interdependente e intersubjetiva ao invés de uma sociedade de contiguidade, foi destruída pelos ideais originais da população estadunidense, demonstrados no período eleitoral atualmente.
A aprovação e o apoio de grande parte da população em um candidato à presidência carregado de ideais xenófobos, machista e misógino, demonstra a afirmação de Durkheim em que em uma sociedade ocorrem mudanças, porém ela não deixa de ser o que é originalmente. Essa é a moral, as ações e pensamentos, coletiva do país desde suas origens, esse candidato não age e perpetua seu discurso individualmente, há um coletivo que o ouve e se identifica com sua figura.

Segundo Durkheim, uma mudança, uma revolução, social depende dela mesma, a partir de suas próprias necessidades que devem ser transformadas em causas eficientes,responsáveis por girar a engrenagem social, como a educação, para garantir a coesão ideal de mudança. 

Lorena Maria de Lima Melo - Primeiro ano de Direito Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário