Total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Cada ação é calculada

     
    Nascido em 1864, Marx Weber foi um economista e sociólogo alemão. Seus estudos foram focados com base na análise da sociologia para a compreensão do sentido da ação social. Weber  também acreditava que era preciso analisar a ação individual de cada um, mesmo em situações em grupo.
    Segundo o pensador, para cada ação tomada, há um processo complexo de escolha de valores baseados na conciência individual de cada um. Desse modo, dividiu a ação social em quatro tipos possíveis: ação racional com relação à um objetivo, ação racional com relação à um valor, ação afetiva e ação tradicional. Partindo dessa análise profunda por trás das ações de cada um, é preciso ter cautela ao julgar as ações dos semelhantes. Ao se basear em nossa cultura urbanizada e influenciada pelas grandes potências, julgamos os rituais de iniciação de tribos primitivas ainda existentes, por exemplo, como algo extremamente desnecessário. Isso por que tais rituais são processos extremamente dolorosos e para nós não representam transição alguma. Porém, ao partir do ponto de vista dos integrantes dessas tribos, tal transição através do ritual é vista como fator essencial da vida do indivído, podendo ser comparada como a única maneira de se adquirir a maioriade nas civilizações ocidentais. 
       É através do de um estudo maior dessa tal escolha de valores para  a ação, que podemos reverter diversos problemais atuais. Um exemplo, é o entendimento da mente dos criminosos, buscando descobrir como sob qual perspectiva suas ações foram realizadas e qual contexto de vida o levou a pensar de tal maneira. Não que haja uma justificação do crime, mas seria uma ferramenta a mais pra proporcionar a outros jovens o que faltou para aquele criminoso, de modo a se evitar que mais indivíduos entrem para o  crime.
    O pensador também fez uma crítica ao materialismo histórico, uma vez que o vê como uma justificativa para as ciências empíricas de proporcionar ideais obrigatórios que proporcionam normas prontas para a prática. Nesse sentido, ele também faz uma grande ressalva à concepção materialista da história. Isso pois Weber concebe como errada a pretensão de estabelecer uma sequência única e universal para a realidade. Nesse sentido, é interessante ver uma outra análise dos pensamentos de Marx por um outro pensador de enorme influência.
Sofia de Almeida Antunes - 1º ano Direito Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário