Total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A Sociologia Compreensiva de Weber e sua aplicação no Direito.

          Max Weber, importante sociólogo e intelectual, consagrou-se como um dos principais fundadores de um método exclusivo que coloca as ações – sociais - do indivíduo como cerne da análise do comportamento humano dentro das ciências sociais. Separando as ciências sociais das naturais, Weber instituiu o método compreensivo, que busca entender a sociedade a partir da análise de cada ser humano individualmente, compreendendo as razões particulares que cada indivíduo confere ás suas ações.
           Destoando do Materialismo Dialético de Marx, que coloca os indivíduos como seres pertencentes à classes socais divergentes; e do Funcionalismo de Durkheim, que analisa o ser humano tendo como base um comportamento generalizado, a Sociologia Compreensiva de Weber estuda o ser social de um ponto de vista individual e não mais coletivo, como foi estabelecido pelas teorias anteriormente fundadadas, visando extrair os sentidos das ações e suas conexões com as relações sociais, compreendendo a sociedade de modo profundo, afastando-a da superficialidade.
         O método compreensivo de Max Weber apresenta, seguindo essa perspectiva, uma relevante importância para o entendimento das relações sociais, físicas e psicológicas estabelecidas dentro da estrutura da sociedade. A sociologia em seu papel compreensivo sustenta-se em fatos sólidos para analisar as ações sociais e assim desvendar os motivos decorrentes das mesmas.
             Por exemplo, tendo em vista o projeto de redução da maioridade penal, as ações sociais de cada menor de 18 anos que cometer um crime considerado passível de punição devem ser analisadas individualmente, levando em consideração os fatores que influenciaram a ocorrência de tais ações, fora do contexto coletivo da sociedade. O Direito, seguindo a lógica weberiana, pode ser considerado um instrumento de percepção das ações sociais e da sociedade como um todo, perdendo o seu ofício de mero positivador e impositor de normas e ganhando o papel de ferramenta de análise e compreensão da sociedade.
           Posto isso, é notável que a sociologia compreensiva de Max Weber é extremamente útil e importante para a análise da sociedade contemporânea e para a complementação do papel do Direito dentro da estrutura social, visto que, a partir dela, o ordenamento jurídico se vê hábil a julgar cada caso de maneira específica, fugindo da simples expressão da norma positivada nos códigos.
               
                Luís Felipe Oliveira Haddad
                1º ano – Direito Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário